Jubileu Diocesano

POR QUE CELEBRAR UM ANO JUBILAR?

Na Sagrada Escritura, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, é falado sobre o “jubileu”, um ano de libertação dos cativos e de descanso. No livro do Levítico, é dito o que segue:

 

“Contarás sete anos sabáticos, sete vezes sete anos, cuja duração fará um período de quarenta e nove anos […]. Santificareis o quinquagésimo ano e publicareis a liberdade na terra para todos os seus habitantes. Será o vosso jubileu. Voltareis cada um para as suas terras e para a sua família […], pois é o jubileu que vos será sagrado” (Lv 25, 8.10.12a).

 

De início, o jubileu ou Ano Santo, foi estabelecido a cada cem anos. Depois, utilizando das orientações de Levítico, reduziu-se o intervalo para cinquenta anos. Alguns séculos mais tarde, para que toda cristandade vivesse, ao menos uma vez na vida, um ano jubilar, reduziu-se ainda mais o intervalo para vinte e cinco anos. Os Jubileus proclamados pelo Santo Padre, por exemplo, são universais e ocasionalmente podem ser publicados jubileus extraordinários, como o mais recente, da Misericórdia. Por isso, nossa Diocese está vivendo o seu Jubileu:

 

  • Para relembrar aqueles que nos precederam no trabalho evangelizador e plantaram a Igreja neste território geográfico do Extremo Sul da Bahia, Costa do Descobrimento;

  • Para agradecer a presença dos dons de Deus nessa caminhada de 25 anos. A Igreja é obra de Deus;

  • Para tomar consciência de nossa responsabilidade de guardar o que recebemos, e também de que a Igreja é uma realidade sempre em crescimento e que isso exige de todos nós, novo impulso e novo ardor missionário;

  • Para fortalecer nossa comunhão e participação, testemunhando que somos todos filhos de Deus e irmãos em Jesus Cristo;

  • Para deixarmos nosso exemplo de vida cristã às gerações futuras.

 

Assim, o Decreto do Bispo Diocesano de abertura do Jubileu Diocesano tem validade em todo o território da Diocese e tem sua duração prevista de 12 de junho de 2020 até 12 de junho de 2021, aniversário de 25 anos da criação da Diocese.

SIGNIFICADO DA LOGOMARCA DO ANO JUBILAR

Criação e descrição da Logomarca

Pe. Diego Oliveira Reis


Ao centro está o tradicional Brasão da Diocese de Eubnápolis-BA Costa do Descobrimento com sua estrela simbolizando a Virgem Maria e as três cruzes representando as três caravelas do Descobrimento. O número 25 ao fundo em prata recorda o Ano Jubilar Diocesano. Abaixo, está uma faixa branca com o nome da Diocese e sua data de criação.

A cruz de metal acima, alude ao monumento em memória da Primeira Missa, inaugurado na cerimônia dos 500 anos do Brasil em Coroa Vermelha-BA. A faixa azul recorda a proteção de Nossa Senhora Auxiliadora, Padroeira da Diocese, bem como, o azul do litoral da Costa do Descobrimento. Esta apresenta ainda, o Jubileu e o período (1996-2021) de existência da Diocese.

ORAÇÃO DO JUBILEU DA DIOCESE DE EUNÁPOLIS

Ó Deus Pai, Filho e Espírito Santo,

Nós vos louvamos pelos 25 anos

da Diocese de Eunápolis!

Nós vos damos graças

por todas as alegrias e bênçãos recebidas.

Nós vos agradecemos

por nossos sacerdotes, religiosos,

religiosas e todos os fiéis que

fazem parte de nossa história.

Suplicamos a Vossa benção

sobre todas as nossas paróquias,

comunidades, movimentos, pastorais

e serviços que buscam evangelizar

num contexto casa vez mais urbano,

pelo anúncio da Palavra de Deus,

cuidando da casa comum e testemunhando

o Reino de Deus rumo à plenitude.

A Vós entregamos o futuro

de nossa Diocese de Eunápolis,

sob a proteção de Nossa Senhora Auxiliadora.

Renovamos hoje a nossa fé,

esperança e caridade.

Nós Vos suplicamos a Vossa benção

neste Ano Jubilar.

Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

 

Com aprovação eclesiástica.

HINO JUBILAR DIOCESANO

"Herdeiros da Fé"

Letra e Melodia: Pe. Diego Oliveira Reis

Inspirado na Mensagem de Abertura do Ano Jubilar

 

Somos herdeiros da Fé

na terra da Eucaristia,

anunciamos com alegria:

Jesus de Nazaré!

Nossa Diocese de Eunápolis

Acolhe e envia!

O Jubileu nos dá partida:

Uma "Igreja em saída"!

 

1. Graças ao Senhor

São 25 anos!

Ele é conosco!

Sem medo confiamos,

Seu Evangelho

É Boa-nova para anunciar...

A nossa história

É feita de servir e amar,

Ninguém maior, aqui, não há:

Na Igreja-Casa todos têm lugar...

2. Nos dê Maria

Auxílio no caminho,

E seja fonte,

Onde faltar o vinho.

A "Cruz de Coroa"

Proteja sempre seu primeiro altar...

Pela Palavra,

Saibamos repartir o pão:

Caridade para com o irmão

É o que nos faz Igreja Missionária!

 

3. Que a juventude,

"A cruz, revele ao mundo"

Como pregava

São João Paulo II.

O nosso clero,

Em unidade, possa celebrar.

Os consagrados

E consagradas juntos a servir,

Leigos e leigas busquem se inserir!

Mais que pedir? Vamos agradecer!

Hino_do_Jubileu_-_Herdeiros_da_FéPe Diego Oliveira Reis
00:00 / 03:37
Playback_Hino_do_Jubileu_-_Herdeiros_da_FéPe Diego Oliveira Reis
00:00 / 03:37

CIFRA DO HINO JUBILAR DIOCESANO

CIFRA.png